Salve bravos amantes de jogos de corrida! Ontem tivemos acesso ao The Crew Motorfest, que foi gentilmente cedido pela Ubisoft, em seu primeiro dia de acesso antecipado, e estamos muito empolgados em trazer as primeiras impressões para vocês.

Trailer de Gameplay do Jogo

O jogo foi desenvolvido e publicado pela Ubisoft e aqui lhes passarei o relato do gameplay na versão do Xbox Series S. Neste console o jogo ocupa um espaço de 36,8GB e o game será lançado no dia 14/09, podendo ser adquirirdo no valor de R$299,95 na Xbox Store do Brasil. Para jogar no acesso antecipado você deve comprar a versão Gold ou Ultimate do jogo (links para a loja no fim da análise).

O jogo possui áudio apenas em inglês, francês e alemão, porém as opções de idiomas para as legendas são mais amplas, contendo inclusive nosso português do Brasil. Todos os menus e a interface estão traduzidos e o game apresenta legendas que podem ser ajustadas para uma melhor visualização.

The Crew Motorfest é um game de corrida de mundo aberto, que pode ser jogado tanto em modo singleplayer quanto multiplayer, inclusive formando equipes com seus amigos. O jogo possui crossplay, o que significa que você poderá jogar com amigos de outras plataformas.

O game se passa no Hawaii, mais precisamente na Ilha de O’ahu, e podemos explorar praticamente toda a região. Neste primeiro momento me concentrei em fazer os eventos de uma das playlists do game, mas a área que pode ser explorada do jogo parece imensa.

Ao iniciarmos o game pela primeira vez e fazermos alguns ajustes, podemos escolher o nível de dificuldade entre amador, intermediário e especialista, cada uma com ajustes na tração, linha de trajeto, frenagem, entre outros. Temos também a opção de importar nossos veículos de The Crew 2 e já começar com uma quantidade de carros maior. Depois iremos criar nosso avatar com base em alguns modelos pré-definidos. As opções não são grandes, mas tem uma quantidade razoável que permite uma customização interessante.

The Crew Motorfest

Após uma introdução, que nos apresenta alguns dos eventos e algumas playlists, podemos escolher nosso veículo inicial dentre as três opções de marcas: BMW, Honda ou Ford. Após isto iremos escolher uma playlist inicial para começar os trabalhos no game. Como escolhi o Ford Mustang como primeiro carro, acabei preferindo a playlist “American Muscle” para fazer o combo.

No ínicio precisamos nos deslocar para os eventos da playlist, e no caminho podemos fazer algumas atividades extras, como bater fotos, passar em radares de velocidade, etc. O game possui viagem rápida, contudo é preciso completar 10 playlists para destravar o recurso. Cada playlist possui 10 eventos, e após você completar 3 playlists, um evento chamado “Main Stage” é destravado. Neste primeiro momento completei apenas uma playlist do “American Muscle” e ainda não pude acessar o “Main Stage”.

  • Está sem Game Pass Ultimate? Então clique aqui e garanta já o seu com desconto.

Quanto ao gameplay em si, o jogo tem uma proposta arcade, com foco na diversão. A pilotagem dos carros é bastante agradável e a resposta aos comandos é bem precisa. O sistema de upgrade dos carros é por meio de cartas, que você recebe ao completar eventos ou atividades. Estas cartas permitem subir os atributos dos veículos até um valor limite, que depende do tipo de cada um. O gráfico do jogo está bastante agradável, principalmente os veículos, que possuem um excelente nível de detalhes tanto externamente, quanto internamente. Obviamente que os gráficos do mundo são um pouco mais limitados devido o game ser de mundo aberto, porém não deixam nada a desejar para o Xbox Series S e a nova geração. Ainda não testei os outros veículos do game, mas conforme for jogando mais trarei novidades em novos artigos para vocês.

Como estamos em acesso antecipado no momento deste artigo, não temos como dizer qual será o comportamento do game no dia do lançamento com relação a lag nos modos online. Então no momento nada de perceptível com relação a esse problema foi encontrado. Um problema que observei desde os betas fechados e abertos, foi uma queda de FPS em alguns momentos do jogo, principalmente quanto há muitos elementos na tela. O mesmo foi observado por colegas que possuem o Xbox Series X, tanto no modo qualidade, quanto no modo desempenho. Lembrando que o Xbox Series S possui apenas um modo gráfico disponível.

The Crew Motorfest

O jogo possui um modo foto, que foi utilizado para tirar as duas capturas de tela que vocês podem ver acima. É possível ver o nível de detalhes do jogo e a qualidade gráfica, que na minha opinião está muito agradável e num nível muito bom. Não parei ao lado do acostamento nem perto de árvores para ficar contando pixels nem observar serrilados ou borrados, afinal é um game de corrida, então devemos passar 99% do tempo correndo, e esses efeitos “negativos” passarão despercebidos, se é que existem.

A tilha sonora é do jogo é muita boa e as playlists musicais encaixam muito bem com a proposta do jogo. O som dos veículos é muito bom e produz uma boa imersão, tanto por meio do equipamento de som, quanto do headset.

Enfim, o game até agora se apresentou bastante agradável e interessante. O gameplay é muito bom, assim como a qualidade de som e os gráficos. Não encontrei bugs durante essas primeiras horas de jogo, nem problemas graves. O único problema até o momento são as quedas de FPS em algumas situações do jogo, que podem incomodar um pouco, mas não tiveram influência na jogabilidade.

Estas foram as primeiras impressões de The Crew Motorfest. Aguardo vocês nos próximos artigos! E se pretendem adquirir o jogo, é só dar uma olhada logo abaixo na lojinha e pegá-lo em nossos parceiros!


Não deixe também de conferir todas as promoções que estão rolando na Xbox Live acessando nosso link de ofertas. E se você estiver querendo acessar os jogos do catálogo do Game Pass e sua assinatura estiver acabado não se desespere, você pode renovar seu Xbox Game Pass Ultimate usando esse link com desconto.

Autor

  • DarthMirous

    Meteorologista e Químico de formação, Gamer de coração. Adora quase todos os tipos e estilos de jogos, também curte rock, séries e filmes. Veio pro lado verde em 2015 e desde então é caixista de carteirinha. Forza e Battlefield são suas franquias favoritas. Ah, e World of Warcraft é o melhor MMO!