O game Indika foi desenvolvido pela Odd Meter e publicado pela 11 bit Studios, lançado inicialmente para PCs e recentemente ganhando porte para consoles de nova geração. O game teve uma boa recepção nos computadores com nota 9/10 na Steam, mas será que eu “Indiko” essa experiência em um Xbox?

| TRAILER

| HISTÓRIA

Indika acompanha a história de uma freira que se vê atentada pelo Demônio, e levada a se questionar sobre seus dogmas religiosos. A protagonista parece não se ajustar em seu convento, e as outras freiras parecem também se incomodar com sua presença, com isso, em uma das suas tarefas rotineiras, ela é ordenada a sair do seu convento e entregar uma carta para o Padre. Em sua jornada para entregar essa carta ela encontra um criminoso que escapou da prisão e acaba se afeiçoando por ele, nessa jornada os dois vão rumo a cura e a redenção, perigos e descobertas.

| JOGABILIDADE

Indika é um jogo narrativo em terceira pessoa com um pouco de puzzle, plataforma e pitadas leves de terror. A campanha do game conta com 20 fases e dura entre 3 e 5 horas. A jornada de Indika é reflexiva, filosófica e expõe a subjetividade de preceitos religiosos e a tentativa de definição entre o bem e o mal.

Os comandos do game são simples, onde você pode andar e ajustar a câmera com os analógicos, correr com o RB, falar com o Y, interagir com o X, escalar com o A, ativar a lanterna com o RS, e rezar com o LT.

O game conta com vários trechos em que é necessário fazer puzzles para abrir o caminho e nesses momentos você pode interagir com objetos como cofres, baús e escadas para alcançar determinados locais. Também existem pequenos trechos em que você pode pilotar uma motocicleta em certos momentos da campanha.

O Demônio atenta a Indika e o cenário se torna vermelho com várias rupturas, e nessa hora a mecânica de oração deixa de ser algo somente estético e vira elemento de gameplay. Na campanha do jogo você ganha pontos fazendo ações miscelâneas como acender velas e achar artigos religiosos, e existe uma árvore de habilidades em que você gasta esses pontos, porém as habilidades adquiridas não valem de nada, como no próprio game diz: “Não perca tempo coletando pontos, isso não faz sentido”.

Graficamente falando esse é um dos jogos indies mais bonitos, detalhados e realistas que já joguei! Os cenários de Indika são muito caprichados seja pela composição de objetos no cenário, iluminação ou pelas texturas em alta qualidade, uma simples pedra nesse jogo pode te fazer ficar impressionado! Alguns cenários parecem tão reais que podem te fazer esquecer que você está jogando videogame! A qualidade da física no game também de destaca, principalmente o comportamento dela em tecidos, a maneira que o vestido e o manto de Indika se movimentam com o caminhar e com o vento são uma verdadeira obra de arte. Na contramão de toda a beleza estética do jogo, a física das quedas é horrível e em um dos trechos de gameplay você vai topar com o cachorro mais feio que você vai ver na sua vida! E apesar do jogo rodar lindamente, sem quedas de frame e sem borrão nas texturas, o jogo fechou do nada três vezes durante meu gameplay. 

  • Está sem Game Pass Ultimate? Então clique aqui e garanta já o seu com desconto.

| DICAS E ACESSIBILIDADE

O game conta com alguns flashbacks sendo contados através de mini games e sessões de plataforma em Pixel Art. Para os caçadores de conquistas, o jogo tem 16 conquistas super fáceis, sendo a maioria desbloqueada fazendo coisas específicas em certos trechos de gameplay e não tem conquista perdível, pois tem seleção de capítulo.

Na parte sonora o game também é maravilhoso! Cada ambiente em que a Indika se move tem um barulho muito característico e realista: andar na areia, na neve, na madeira, no concreto é extremamente satisfatório. Todas as interações de Indika com o cenário tem sons muito bem feitos também! No quesito trilha sonora, o game tem apenas uma música memorável, que é a música que toca quando o demônio atenta a protagonista, a maior parte do tempo o game prefere optar pelo silêncio. 

Indika tem um menu pixelado bem intuitivo e simples com opção de novo jogo, continuar jogo, seleção de capítulos, configurações e ver os créditos dos desenvolvedores. O game está legendado em Português do Brasil e nas configurações do jogo você pode alterar a linguagem do game, habilitar as legendas e alterar o seu tamanho, mexer na sensibilidade da mira, ajustar o campo de visão, ajustar brilho, habilitar e desabilitar o desfoque de movimento, ajustar os volumes de todos os sons, aplicar filtro de Nudez, e desabilitar o filtro pixelado do Menu.

| IMAGENS

| CONSIDERAÇÕES FINAIS

Quando algum jogo de videogame me faz ter a sensação de que eu não estou jogando apenas um jogo, quando um game me deixa tão imerso a ponto de me vidrar na tela e me fazer questionar, eu acredito que nesse ponto eu deixo de tratá-lo como jogo e acabo o denominando como uma experiência simulada. Dito isso, eu “Indiko” essa experiência para quem gosta de Walking Simulator, quem procura fazer Gamerscore fácil, quem tem a cabeça aberta para temas polêmicos e principalmente pra pessoas que gostam de filosofia e assuntos religiosos!

| AVALIAÇÃO

História
Visual
Áudio
Jogabilidade
Diversão

| OUTROS DETALHES

VISUALVISUAL ART / 3D
MODO DE JOGOSINGLE-PLAYER
CONQUISTAS16
TIPOPUZZLES / WALK SIMULATOR
TEMPO PARA 1000G3-4 HORAS

| LOJA

Se achou esse jogo interessante, aqui tem os links para as lojas parceiras e se comprar pode estar ajudando o site!

INDIKA

R$ 92,45


Não deixe também de conferir todas as promoções que estão rolando na Xbox Live acessando nosso link de ofertas. E se você estiver querendo acessar os jogos do catálogo do Game Pass e sua assinatura estiver acabado não se desespere, você pode renovar seu Xbox Game Pass Ultimate usando esse link com desconto.

Autor

  • GuilXD48

    Gosta de Games, Rock e queijo! Joga muito, e de tudo um pouco! caixista de carteirinha. Seus gêneros de jogos favoritos são de ação, aventura e puzzles, e sua franquia favorita é a do Batman Arkham (R.I.P Batman) Ainda acredita em jogos com campanhas lineares... mesmo com a crescente de games de mundo aberto, e multiplayers.

    View all posts