Sejam bem vindos à análise de Like a Dragon: Infinite Wealth, que é o oitavo título numerado da franquia, produzido pela Ryu Ga Gotoku Studios e pela SEGA. Desde já agradecemos o código cedido para esta análise.

| Trailer

Se você está caindo de paraquedas nele, não se preocupe. Apesar deste jogo ser uma sequência direta do “Like a Dragon 7“, você não ficará tão perdido na história, já que este título, na minha opinião, é uma homenagem a toda a série.

O empenho que a equipe teve nos detalhes é simplesmente incrível. No “Infinite Wealth”, jogamos mais uma vez com o irreverente e carismático Ichiban Kasuga, o herói de Yokohama. O mais novo título da série trouxe várias melhorias em relação ao jogo anterior. Todos os aspectos do jogo foram aprimorados, como combate, habilidades, novas profissões, um mapa gigantesco e claro, uma história que vai te prender do início ao fim.

| História

A história do Like a Dragon: Infinite Wealth se passa após os acontecimentos do jogo anterior, com a grande dissolução. Agora, nos é mostrado qual é a vida e o cotidiano do nosso protagonista e seus aliados. Ichiban trabalhando na Hello Work, ajudando os Yakuza que, após a grande dissolução, não têm com o que trabalhar, realocando-os na vida. Adachi abriu uma empresa de segurança e Nanba trabalha em uma empresa farmacêutica.

Após ajudar um ex-Yakuza a fazer um trabalho que mostrava as fraquezas das lojas no quesito segurança, um vídeo é mostrado em um grande canal, expondo de forma desonesta Ichiban e seus companheiros como corruptos, fazendo com que todos perdessem seus empregos e Adachi fechasse sua empresa. Após esse acontecimento, um velho conhecido de Ichiban aparece. Trata-se do Capitão Sawashiro, que enfrentamos no jogo anterior. Após um diálogo com ele, nosso protagonista descobre que sua mãe está viva e vive no Havaí, e que ele deve encontrá-la. Ebina (novo personagem) e Jo Sawashiro ajudam Ichiban a viajar em busca de sua mãe.

Ao chegar ao Havaí, Ichiban é enganado por Eric Tomizawa, um taxista que aplica golpes em turistas. Ele tenta levar a melhor, mas Eiji (passageiro que Ichiban ajuda no avião) aparece e diz que gravou tudo, salvando Ichiban de ser preso. Tomizawa foge. Com a ajuda de Eiji, podemos finalmente encontrar o endereço da mãe de Ichiban, que não perde tempo e vai ao seu encontro.

Ao chegar lá, encontramos não sua mãe, mas Chitose, que se apresenta como ajudante da então mãe dele. Ela informa que ela não está e deixa-o bem à vontade, oferecendo bebidas a ele, que aceita de bom grado. Corta a cena e estamos com o personagem na praia completamente nu. Ichiban é preso e a polícia local mostra-se bastante corrupta, imputando outros crimes não solucionados ao personagem. Ichiban consegue fugir e, ao chegar em um local, é surpreendido por um velho conhecido. Sim, trata-se de nada mais, nada menos que o Dragão de Dojima, Kiryu, que o ajuda e solta-o de suas algemas. Ichiban descobre que o amigo foi enviado para encontrar a mãe de Ichiban, mas com outros propósitos.

Nesse ponto, descobrimos que não apenas Kiryu, mas todas as organizações estão à procura dela. A trama do jogo se volta, em boa parte, para descobrir o que todos querem com ela, e cabe ao jogador chegar primeiro e quebrar a cara dos inimigos que aparecem pelo caminho. Várias organizações são apresentadas durante o jogo, como: Palekana, homens do Yamai, Barracudas, Ganzhe e Yakuza.

  • Está sem Game Pass Ultimate? Então clique aqui e garanta já o seu com desconto.

| Jogabilidade

O Like a Dragon: Infinite Wealth segue o mesmo formato da franquia anterior, ou seja, batalhas em turnos. Algumas novidades foram implementadas no jogo, entre elas temos a identificação de ranking de inimigos, que agora apresentam ícones de três cores. Azul para inimigos com nível abaixo do seu, onde ao entrar na batalha podemos apertar o botão LT e aparece o rosto de Ichiban e a palavra MASSACRE, nesse momento todos os inimigos são facilmente derrotados. Vermelho para inimigos de mesmo nível e Roxo, onde os inimigos são de níveis muito acima dos seu, assim quase impossível de derrota-los no início do jogo.

Outra novidade são os ataques por proximidade, onde dependendo da posição do seu companheiro, ao bater, ele segue com outro hit quando o oponente vai em sua direção o que acaba ajudando bastante em batalhas mais complicadas.

Agora temos mais ocupações disponiveis como: Sujimante (habilidade de invocar sujimons para ajudar na batalha) Host, Dançarino, Chef, Samurai (uma das melhores do jogo) Astro de Ação (clara referência a Bruce Lee), Aquanauta, Pistoleiro, Pirodançarino, Idol, Rainha da Noite, Kunoichi, Geodançarina (dançarina de ula) e Governanta. Nesse aspecto o jogo traz bastante opção para que você possa evoluir. Diferente do titulo anterior, agora você pode escolher habilidades herdadas e escolhê-las de acordo com seu nível de parceria.

Uma novidade é que no capitulo 7 o jogo é dividido em dois Grupos com Ichiban, Tomizawa, Chitose, Adachi Joon-Gi no Havai, e o Grupo de Kiryu no Japão composto por Kiryu, Seong, Saeko e Zhao.

A dificuldade neste título é mais atrativa ao público, pois ela é mais fácil que o jogo anterior e com a indicação dos níveis dos inimigos você pode muito bem dar meia volta e evitar aquele combate por um tempo até que esteja em um nivel mais alto e tenha mais chances de sucesso.

Outra novidade muito interessante do jogo é a Liga Sujimon. Sim, amigos! Agora todo inimigo que você derrota pode se tornar um Sujimon. Onde você poderá usa-los em batalhas e aumentar seu nível para se tornar o mestre Sujimon. Existem 4 mestres a serem derrotados no jogo, eles estão divididos em níveis, sendo LVL 20, 30, 40 e 50. Além de evoluir os Sujimons em batalhas você pode evolui-los através de itens da própria liga que aparecem ao derrotar algum competidor. Os níveis de competidores são divididos em Novato, Bronze, Prata, Ouro e Platina.

  • Perdeu as notícias da semana passada? Então confira tudo que rolou no Resumo da Semana!

| Dicas e Acessibilidade

Algumas dicas podem ser bastante uteis ao jogar. E aqui deixo alguns exemplos:

  • Não tenha medo de explorar e fazer com que seu personagem suba cada vez mais de nível, pois você irá precisar de uma barra de HP um pouco maior contra alguns inimigos.
  • Compre bastante comida e bebidas que recuperem seu HP e MP, pois algumas dungeons são bastante longas e só a recuperação de life via amigos do grupo não serão suficientes.
  • Procure aumentar seu relacionamento com os parceiros e parceiras de copo, isso fará com que novas ocupações apareçam.
  • Troque de ocupação apenas ao chegar no nível 30 de cada e busque colocar habilidades herdadas para que o ajude em inimigos com diferentes fraquezas.
  • Deixe seu grupo o mais diversificado possível e busque ter um “healer” forte no grupo para te poupar de gastar recursos usando itens. Em todos os combates há a possibilidade deixar fluir no automático. Se você acha que seu personagem está forte o bastante é uma opção interessante, embora não recomendo. O ideal é ter a ideia de como todos os inimigos funcionam para saber como se defender deles.
  • Ao chegar no capitulo 7 busque pegar o máximo de memórias, serão várias sidequests que te ajudarão a ficar mais forte.
  • Busque realizar sidequests, pois algumas te darão disque ajuda verdadeiramente poderosos em batalha.

| Inimigos e Amigos

Jo Sawashiro
O Antigo capitão volta e mais uma vez você o confrontará, mas dessa vez ele o ajudará e até revelará o paradeiro de sua mãe Akane.

Canal Tatara
Esse é simplemente o inimigo que você não consegue enfrentar, pois se trata da opinião pública. Esse canal simplesmente levanta várias suspeitas contra Ichiban e seu grupo, fazendo-os passar por alguns apertos na história.

Yutaka Yamai
Esse será seu oponente e inimigo declarado em vários capitulos do jogo. O cara é simplesmente insano. Te bate e provoca, apanha, provoca novamente e sempre volta pra te atormentar. Ao decorrer do jogo iremos descobrindo mais sobre ele. Algo interessante e engraçado é seu gosto por senhoras mais velhas que em determinado momento chegam a ajudá-lo em batalha. Engraçado e triste porque acabamos apanhando bastante, mais que o necessário por conta delas.

Dwight Mendez
Simplesmente o chefão da barracuda. Esse te fará passar por muitas batalhas injustas devido a quantidade de capangas que ele manda atras de seu grupo. Você terá que enfrentar uma dungeon gigante até chegar nele. Uma boa dica é levar muita comida para chegar na batalha em boas condições. Assim como Yamai, ele aparecerá mais de uma vez para enfrentá-lo.

Wong Tou
Wong é um dos chefões do game que você terá uma batalha memorável. Ele comanda a Ganzhe. Máfia chinesa do Havaí. Prepare-se para um combate épico onde você baterá como sempre e apanhará como nunca.

Bryce Fairchild
Como todo vilão esse se fará de bonzinho, te cozinhará até alcançar seus objetivos e depois te fará partir para uma guerra contra ele em uma ilha repleta de capangas. Dito como uma lenda no Havaí e força descomunal. Caberá a Ichiban e seu grupo enfrentá-lo, já que Kairyu está no japão lidando com outro Vilão. Use e abuse das fraquezas dele para vencê-lo.

Masakata Ebina
Simplesmente o chefão do game. Esteja preparado para apanhar muito, pois as habilidades dele são de anular turnos e bater sem pena até te dar K.O. Para completar, a batalha é dividida em duas formas nas qual suas fraquezas mudam. A primeira com as mãos nuas (porradeiro) e a segunda com katana. Ambas igualmente difíceis, pois ele usa combos que podem nocautear mais de um em um único turno. Você o enfrentará com Kiryu e seu grupo. Prepare-se para passar um bom tempo nele caso não tenha pego habilidades boas contra ele nesse combate. Nesse combate muitas verdades e segredos virão a tona.

| Imagens

| Considerações Finais

Este é com certeza o maior título que a SEGA trouxe esse ano e diria que no quesito RPG de turnos é um jogo a ser batido. Apesar de toda a parte cômica, Like a Dragon: Infinite Wealth traz novamente à tona várias críticas não apenas a sociedade japonesa como também mundial. O uso indiscriminado de redes sociais e as mentiras espalhadas, onde muitas pessoas acreditam mesmo sem fonte, é uma dessas críticas do jogo.

A jornada de redenção de Kiryu e todo conteúdo feito à série em forma das mémorias de Kiryu é certamente uma homenagem a toda a série. Personagens marcantes retornando e mostrando os desdobramentos e o que aconteceu com muitos personagens é gratificante para o fã da série. A ascensão de Ichiban e a batalha das lendas é algo que realmente deixará o fã em pé durante a batalha.

O gameplay foi refinado a um ponto que realmente eu não esperava, deixando o que já era excelente ainda melhor. Se tivesse de fazer uma crítica ao jogo, seria que em alguns momentos a câmera dificulta a defesa, mas é algo tão ínfimo que não altera a performance final.

Like a Dragon: Infinite Wealth é definitivamente um título MUST PLAY e um convite a novos jogadores. Simplesmente um dos melhores, senão o melhor da série. Deixo meus parabéns a equipe!

| Avaliação

História
Visual
Áudio
Jogabilidade
Diversão

| Outros Detalhes

VISUALTERCEIRA PESSOA
MODO DE JOGOSINGLE-PLAYER
CONQUISTAS73
TIPOAÇÃO / COMBATE DE TURNO / ESTRÁTEGIA
TEMPO PARA 1000G95-120 HORAS
  • Perdeu as notícias da semana passada? Então confira tudo que rolou no Resumo da Semana!

| Loja

Se achou esse jogo interessante, aqui tem os links para as lojas parceiras e se comprar na FullCards pode parcelar até 12 vezes!

Jogo gentilmente cedido para análise pela Ryu Ga Gotoku Studios e pela SEGA.

Não deixe também de conferir todas as promoções que estão rolando na Xbox Live acessando nosso link de ofertas. E se você estiver querendo acessar os jogos do catálogo do Game Pass e sua assinatura estiver acabado não se desespere, você pode renovar seu Xbox Game Pass Ultimate usando esse link com desconto.

Autor