Sejam muito bem-vindos novamente, dessa vez estou trazendo uma review sobre Dead End City, um game que está na categoria de jogos de tiro. Espero que gostem da review e dessa obra de arte em forma de jogo.

Desde já agradecemos às empresas Eastasiasoft e Pixel Licker LLC que disponibilizaram o jogo para esta análise.

| Trailer

| História

Após a queda da civilização os poucos sobreviventes que restaram agora são fantoches de uma gang de punks pós-apocalíptica chamada de Scorpio. O seu lugar idílico foi atacado e as pessoas que são mais próximas de você foram levadas para o domínio da gangue Scorpio. Sem nada a perder, você vai para a estrada, armado até os dentes, pronto para lutar através do seu território para acabar com o seu reinado.

  • Está sem Game Pass Ultimate? Então clique aqui e garanta já o seu com desconto.

| Jogabilidade

O game apresenta três modos de jogo, Arcade, Score attack e Highway:

  • O modo arcade é um modo história onde você passa de cidade em cidade, avançando e lutando com bosses enquanto adquire upgrades para seu carro, a cada fase que se passa os upgrades são resetados.
  • No modo Highway você tem 2 minutos para marcar o máximo de pontos que puder, mate os inimigos o mais rápido possível para aumentar suas oportunidades de pontuação.
  • O modo Score attack você seleciona a área que quer jogar outra vez, elas são desbloqueadas após serem passadas no modo arcade, no total são cinco carros, você tem um e os outros quatro você desbloqueia matando os Bosses de cada área. Cada carro tem seu motorista próprio e o estilo de tiro.

Nas opções do game é possível mudar a cor dos tiros dos inimigos, colocar as clássicas linhas de tela dos games retrô, desativar o hud do jogador e também é possível desativar a introdução do game, e o último botão chamado “Tate” que gira sua tela em -90 e +90, assim deixando ela de lado.

No extra do game é possível ver a galeria, as conquistas e a loja, onde é possível fazer várias compras com moedas que você pega no modo arcade.

| Imagens

| Dicas e Acessibilidade

As dicas que dou é que na hora que os inimigos atirarem não foque neles e sim nas balas para poder desviar com mais facilidade, tente coletar o máximo de recursos de upgrade possível para se fortalecer na fase atual, e mantenha sempre o carro atrás em bosses para não levarem ataques surpresas, ou de algum inimigo imprevisto que pode surgir aleatoriamente de algum canto da tela. Recomendo também que mude a cor das balas inimigas no meio das partidas para facilitar sua visão, por conta do ambiente.

| Considerações Finais

O Dead End City tem uma pegada retrô, assim causando nostalgia nas pessoas que jogavam nos fliperamas de época como eu. Esse sistema de desbloquear os personagens passando pelas áreas é o que mais me despertou interesse por jogar, ter uma loja para desbloquear as coisas me causou aquela vontade de platinar e desbloquear até as coisas mais aleatórias possíveis. A parte de só mover e atirar simplificou muito a jogabilidade e isso é muito bom, não é preciso focar em acelerar os carros e atirar como em alguns outros jogos.

Dead End City tem um grande potencial e pode sim conquistar os corações de jogadores que sentem saudade dessa pegada meio retrô, tive a oportunidade de jogar essa obra de arte nomeada de Dead End City e agradeço a Eastasiasoft e a Pixel Licker LLC pela criação dessa obra prima.

| Avaliação

História
Visual
Áudio
Jogabilidade
Diversão

| Outros Detalhes

VISUALPROGRESSÃO VERTICAL
MODO DE JOGOSINGLE-PLAYER
CONQUISTAS17
TIPOAÇÃO / AVENTURA / TIRO
TEMPO PARA 2000G2-4 HORAS

| Loja

Se achou esse jogo interessante, aqui tem os links para as lojas parceiras e se comprar na FullCards pode parcelar até 12 vezes!

Jogo gentilmente cedido para análise pela Pixel Licker LLC e pela Eastasiasoft Limited.

Não deixe também de conferir todas as promoções que estão rolando na Xbox Live acessando nosso link de ofertas. E se você estiver querendo acessar os jogos do catálogo do Game Pass e sua assinatura estiver acabado não se desespere, você pode renovar seu Xbox Game Pass Ultimate usando esse link com desconto.

Autor

  • DarlysonGod

    Sou o Darlyson Vital, tenho 17 anos, gosto de escrever sobre jogos da antiga e da nova geração, além de ter uma perspectiva diferente e retratar a história dos jogos de um ponto de vista de alguém que realmente joga e aprecia essa arte.