Chegando na assinatura do Game Pass, “A Little to the Left” é um verdadeiro passeio meditativo através da associação cognitiva. Mas o que exatamente esse puzzle relaxante entrega ao jogador? É isso que vamos conversar nesta análise.

Desde já agradecemos pelo código cedido antecipadamente para esta análise pela desenvolvedora Max Inferno e pela publisher Secret Mode.

| Trailer

A proposta do jogo é bastante simples, porém foi executada com profundidade. A desenvolvedora Max Inferno mesclou fotografias do cotidiano residencial em puzzles relaxantes que prendem a atenção até serem resolvidos.

Objetos, contêineres, mesas, caixas e muito mais coisas que podem ser encontradas em qualquer casa são apresentadas através de um formato lúdico, bem colorido e divertido. Um verdadeiro convite à criatividade dos amantes de puzzles.

  • Está sem Game Pass Ultimate? Então clique aqui e garanta já o seu com desconto.

O jogo não é apenas sobre organizar objetos. À medida que progredimos, são inseridos desafios lógicos que exigem certo grau de concentração e conhecimento para serem superados. A partir do capítulo três, é bem possível que você precise investir alguns minutos a mais até perceber os novos elementos inseridos, é nesse momento que a palavra quebra-cabeça faz sentido.

Durante a primeira hora de jogo, senti uma leveza que foi induzida pela trilha sonora descontraída e cenas cotidianas que pareciam me convidar a organizar os objetos em tela. Uma sensação que particularmente não experiencio nesse tipo de jogo.

O game é dividido em capítulos e cada capítulo traz um tema e novos elementos para o gameplay, inclusive um gatinho que está lá para ajudar ou atrapalhar a diversão, dependendo do ponto de vista.

Para concluir, a mensagem que gostaria de deixar é que esse game é muito mais sobre relaxar e se deleitar com uma trilha sonora extremamente cativante enquanto você passa o seu tempo organizando cenas cotidianas e resolvendo puzzles inseridos nos objetos apresentados. O game encontra-se muito bem avaliado pelos usuários da Steam e não senti muita dificuldade em me adaptar ao controle no console. Ao controlar o mouse pelo controle, algumas vezes arremessei objetos incondicionalmente para lugares indesejados, mas nada que atrapalhe a experiência geral do jogo. Se você curte um puzzle mais soft e está à procura de momentos relaxantes, então esse jogo é para você. Principalmente se você for uma daquelas pessoas que sente prazer em arrumar a casa e admirar o resultado.

| Avaliação

Visual
Áudio
Jogabilidade
Diversão

| Outros Detalhes

VISUAL2D / 3D
MODO DE JOGOSINGLE-PLAYER
CONQUISTASSEM LISTA DE CONQUISTAS
TIPOPUZZLE
TEMPO PARA 1000GSEM PONTUAÇÃO

| Loja

Se achou esse jogo interessante, aqui tem os links para as lojas parceiras e se comprar na FullCards pode parcelar até 12 vezes!


Não deixe também de conferir todas as promoções que estão rolando na Xbox Live acessando nosso link de ofertas. E se você estiver querendo acessar os jogos do catálogo do Game Pass e sua assinatura estiver acabado não se desespere, você pode renovar seu Xbox Game Pass Ultimate usando esse link com desconto.

Autor

  • Lemm

    Sou ex-engenheiro de software, fundador do Clube Cultura Gamer (CCG), e narrador de tabletop RPG de horror. Amo os jogos eletrônicos desde 1997. Me considero um Sommelier de Games. Sou apaixonado por detalhes, histórias e mecânicas. Adoro debates fundamentados. Dou preferência a games sandbox, colony management sim, co-op, survivor e RPG. Também gosto de conversar sobre investimentos, política e a rotina da vida. Aperta o PLAY!