Olá, eu sou a Fernanda e hoje trago a análise de um jogo lindo, “Brothers: A Tale of Two Sons(Irmãos: Um Conto de Dois Filhos).

O jogo aborda a temática do amor incondicional e do cuidado constante da família, onde cada gesto é um ato de criação e carinho. Eu pude explorar o vínculo entre os irmãos e seus pais de maneira comovente e dramática. Tive a oportunidade de jogar o game original antes de analisar o remake e fiquei muito feliz quando me sugeriram analisar o remake (Isso foi ideia do meu colega Marcos, parceiro do site). O resultado foi bem surpreendente e acabou me preocupando um pouco.

O jogo foi desenvolvido pelo estúdio Avantgarden e distribuído pela 505 Games.

| TRAILER

| HISTÓRIA

Desde o início, o jogo me apresenta à família, os irmãos Naia e Naiee, protagonistas do jogo, que sofreram uma grande perda em suas vidas. A mãe da dupla faleceu devido a um afogamento. A tela principal do jogo sempre exibe o irmão mais novo ajoelhado diante da sepultura da mãe.

Ao iniciá-lo, a mensagem sobre perda estará sempre lá. É uma maneira sublime e sutil de sintetizar o que a jornada dos dois irmãos representa.

A mãe é retratada como uma figura gentil e amorosa, enquanto o pai é mostrado como alguém doente e necessitado de cuidados. A ausência da mãe, evidenciada pela tristeza que permeia a casa e os corações dos personagens, é um lembrete constante do vazio deixado por sua partida prematura. Os flashbacks dolorosos nos transportam para momentos de alegria e ternura, mas também para a angústia da perda e do luto, destacando a importância da presença da mãe na vida dos filhos.

Enquanto os irmãos embarcam em sua jornada para encontrar a cura para seu pai, eles carregam consigo a esperança de restaurar a saúde do pai e refazer o seu único fio de amor que ainda resta da família amada. Essa busca desesperada reflete o desejo inato de proteção e cuidado que os filhos têm pelos pais, mesmo quando são confrontados com desafios aparentemente insuperáveis.

A figura do pai, embora frágil e debilitada, continua a ser uma fonte de inspiração e motivação para os irmãos, que lutam bravamente para superar todos os obstáculos em seu caminho. É uma representação poderosa do amor incondicional dos filhos pelos pais, que transcende as dificuldades e as adversidades da vida.

No entanto é a revelação surpreendente sobre a morte da mãe que lança uma sombra ainda mais escura sobre a narrativa, deixando os irmãos e os jogadores atordoados e desamparados diante da crueldade do destino. A tragédia da perda materna ressoa profundamente, reforçando a fragilidade da vida e a importância de valorizarmos cada momento precioso ao lado daqueles que amamos.

Os momentos de respiro são poucos e distantes entre si, mesmo assim são permeados pela sombra iminente da perda e da desgraça, com um final surpreendente que me pôs a chorar intensamente. Eu me senti parte do jogo e pude compartilhar aquele sentimento que muitas vezes, no meu ambiente de trabalho, tive que lidar com as perdas dolorosas e ainda lido com isso, pois sou enfermeira. A trilha sonora melancólica ecoa ainda em meus ouvidos, intensificando a sensação de desespero e solidão que os irmãos enfrentavam em sua jornada solitária.

  • Está sem Game Pass Ultimate? Então clique aqui e garanta já o seu com desconto.

| JOGABILIDADE

  1. Controle Dual: O aspecto mais inovador da jogabilidade de Brothers: A Tale of Two Sons é o sistema de controle dual. O jogador controla simultaneamente os dois irmãos protagonistas usando os dois sticks analógicos de um controle. O irmão mais velho é controlado pelo stick esquerdo e o mais novo pelo stick direito. Esse sistema exige coordenação e cria uma experiência única, onde a cooperação entre os dois personagens é essencial para progredir.
  2. Puzzles e Interação: O jogo é rico em puzzles que requerem a colaboração dos irmãos para serem resolvidos. Cada irmão tem habilidades únicas: o mais velho é mais forte e pode puxar alavancas ou carregar o irmão menor, enquanto o mais novo é ágil e pode passar por espaços estreitos. A combinação dessas habilidades é fundamental para avançar no jogo, e os puzzles são bem integrados à narrativa e ao design do mundo.
  3. Sem Diálogos: A história é contada principalmente através das ações dos personagens e do ambiente, com um uso mínimo de diálogos e uma linguagem fictícia. Isso torna a narrativa universal e emocionalmente ressonante, permitindo que jogadores de diferentes idiomas e culturas se conectem com a jornada dos irmãos.
  4. Emoção: A jogabilidade é projetada para evocar emoções fortes, desde momentos de alegria e descoberta até situações de tensão e tristeza. As mecânicas de controle dual contribuem para fazer o jogador se sentir diretamente responsável pelo bem-estar dos personagens.

| IMAGENS

| GRÁFICOS

Estética e Design de Mundo

    O jogo apresenta um design artístico impressionante com cenários variados e detalhados. Desde vilarejos pitorescos e florestas encantadoras até montanhas geladas e ruínas sombrias, cada ambiente é cuidadosamente construído para criar uma atmosfera única e envolvente.


    Estilo Visual

    A escolha de uma paleta de cores vibrantes e um estilo gráfico semi-realista dá ao jogo uma aparência de conto de fadas. Os detalhes nos ambientes, como a iluminação e os efeitos climáticos, aumentam a sensação de estar em um mundo vivo e mágico.


    Animações

    As animações dos personagens são fluídas e cheias de personalidade, ajudando a transmitir emoções e intenções sem a necessidade de diálogos extensivos. As expressões faciais e gestos dos irmãos são particularmente eficazes para comunicar a história e as relações entre os personagens.

      | CONSIDERAÇÕES FINAIS

      Brothers: A Tale of Two Sons é um lembrete poético da beleza e da complexidade das relações familiares, da importância do amor e do cuidado entre os membros da família. Eu observei que o remake trouxe várias melhorias que enriqueceram ainda mais a experiência original.

      Os gráficos foram aprimorados, com texturas mais detalhadas e efeitos de iluminação que tornaram os cenários ainda mais imersivos e cativantes. Além disso, o remake incorporou melhorias na jogabilidade, tornando os controles mais responsivos e os puzzles mais intuitivos. A trilha sonora também recebeu uma atualização, mantendo a melancolia original, mas com uma qualidade de áudio superior que intensifica as emoções transmitidas pela história.

      O jogo não apenas oferece uma experiência visualmente deslumbrante e uma jogabilidade inovadora, mas também toca profundamente as emoções dos jogadores, refletindo sobre a perda, o luto e a esperança. É uma jornada inesquecível que ressoa com qualquer pessoa que já teve que enfrentar desafios e valorizar aqueles que ama. Eu quero agradecer ao meu amigo Marcos Folha parceiro do site, pela confiança, sou sua fã. 🫶🏼

      | AVALIAÇÃO

      História
      Visual
      Áudio
      Jogabilidade
      Diversão

      | OUTROS DETALHES

      VISUAL3D
      MODO DE JOGOSINGLE-PLAYER / COOP-LOCAL
      CONQUISTAS14
      TIPOAVENTURA / PUZZLES
      TEMPO PARA 1000G2-3 HORAS

      Não deixe também de conferir todas as promoções que estão rolando na Xbox Live acessando nosso link de ofertas. E se você estiver querendo acessar os jogos do catálogo do Game Pass e sua assinatura estiver acabado não se desespere, você pode renovar seu Xbox Game Pass Ultimate usando esse link com desconto.

      Autor

      • Fernanda Mizuno

        Um dos meus hobbys preferidos é jogar e desde 2010 minha plataforma preferida é o Xbox. Ah! Falou em conquistas, falou comigo. Curto uma variedade de gêneros de jogos, desde jogos de estratégia até RPGs e jogos de ação. Gosto de desfrutar os jogos tanto sozinha quanto em grupo, conectando-me com outras pessoas por meio de minha paixão, o mundo gamer.

        View all posts