Kingdoms and Castles é um jogo de simulação e construção de cidades. Ao contrário de jogos como City Skylines, onde você constrói e administra cada coisinha da sua cidade, neste jogo você criará e administrará um reino, começando por uma básica e pequena aldeia e chegando finalmente até um glorioso e majestoso castelo.

O jogo foi desenvolvido pela Lion Shield e publicado pela BlitWorks, e desde já agradecemos pelo código cedido para esta análise.

| Trailer

| Jogabilidade

Ao iniciar o jogo, ele te da opção de dois modos de jogo, o modo padrão, onde você irá selecionar a dificuldade que quer jogar e entrará num mapa aleatório, e o modo criativo, onde o jogo te dá uma opção de jogar em uma área restrita para experimentar e testar as coisas que o jogo te proporciona .

No modo padrão, você tem quatro opções de dificuldade para escolher:

  • Paxlon (sem ameaças): Paxlon é a dificuldade mais fácil do jogo que é o modo pacífico, ou seja, você não vai ter que se preocupar com ataque de invasores, as temporadas do verão são longas e amenas e os invernos são curtos e tranquilos. Essa dificuldade é ideal para aqueles que querem apenas curtir o jogo sem ter que se preocupar com mais nada.
  • Sommern (fácil): Sommern é a dificuldade fácil do jogo. Nesta dificuldade você irá sofrer as invasões, mas serão poucas, e também terá poucos dragões te atacando, além do verão e inverno nessa dificuldade serem iguais ao do modo Paxlon.
  • Vintar (difícil): Vintar é a dificuldade já para quem quer ter uma experiência mais drámatica durante sua gameplay, pois você estará jogando num território hostil. Aqui você sofrerá mais invasões e mais dragões, e o jogo pode terminar caso a felicidade caia muito por muito tempo.
  • Loko (sobrevivência): Loko é o modo sobrevivência do jogo, nela a dificuldade passa a ser extrema, você terá recursos limitados para jogar, sofrerá incessantes ataques, sua fortaleza pode ser destruída e como no modo difícil, se sua felicidade cair muito por muito tempo, você perderá e o jogo termina.

Após selecionar a dificuldade na qual quer jogar, você irá escolher o nome e o brasão do seu reino. O jogo te dará um nome aleatório, mas não se preocupe, você poderá trocar esse nome ou usar o sugerido. Antes de fato você iniciar o jogo, ele ainda te dá algumas opções como a seed de geração de terreno, caso você possua alguma pode usá-la ou usar a original que o jogo apresenta no inicio. Você também poderá escolher as seguintes opções:

  • O tamanho do seu terreno: Existem três opções de tamanho de terreno pequeno, médio e grande, mas também há o modo aleatório.
  • O tipo de terreno que você quer jogar: Com duas opções sendo terra ou ilha, também há o modo aleatório.
  • Rios: Na opção dos rios, você poderá escolher entre nenhum ou alguns, também há o modo aleatório.

Ao escolher estas opções acima e clicar em Novo Mapa o game irá gerar um mapa de acordo com as opções que você selecionou. Se você escolheu a opção de jogar em terra, não gerará a opção de Reinos de IA, mas se escolher a opção de ilhas, dai gerará a opção de reinos de IA.

A opção de você jogar contra a IA ou se aventurar sozinho entre os reinos dependerá da forma como você escolheu o tipo de terreno, conforme dito acima. Se optar pelo modo ilha você poderá escolher até três reinos de IA para jogar além do seu. Ao escolher me deu a opção de dificuldade deste reino, as opções eram baixo, médio, alto, muito alto. Mas como em todas as outras opções, também poderia escolher o modo aleatório para os reinos de IA.

  • Está sem Game Pass Ultimate? Então clique aqui e garanta já o seu com desconto.

| Dicas e Acessibilidade

Para a gameplay desta análise eu escolhi as opções desta forma:

  • Dificuldade do jogo: Sommern
  • Tamanho: Grande
  • Tipo: Terra
  • Rios: Alguns

No início, para que seu reino comece a prosperar, você deve criar os casebres onde os aldeões irão morar para trabalhar e coletar os recursos necessários. Quantos mais casebres você tiver, mais aldeões trabalharão para ti. Conforme seu reino vai crescendo e você vai adquirindo mais recursos, novos itens são desbloqueados para você construa cada vez mais maiores coisas, como praças, tavernas e até brigadas militares de bombeiros para combater os incêndios causados.

O cenário do jogo não é realista, e percebesse que a proposta não é essa. Os gráficos são poligonais e simples, mas que para o contexto geral não deixa a desejar, já que isto fica em segundo plano no jogo, já que sua preocupação maior será de fazer seu reino prosperar. Conforme o tempo for passando, os aldeões vão dando dicas através da felicidade do reino do que seria melhor construir naquele momento, mas você também pode entrar no menu do seu reino e ver o que os conselheiros falam sobre o mesmo. Lá você também poderá ver qual é a melhor opção de edifício a ser construído. No meu 25º ano de jogo (um ano é como se correspondesse a 1 dia no jogo), eu fui atacado por um dragão, mas nada com o que se preocupar, meus soldados no castelo atacaram e repeliram bem a fera, mas lembrando que joguei no modo fácil do jogo.

Para a construção de alguns edifícios será necessário ter dinheiro, que você consegue após construir a tesouraria, assim os aldeões responsáveis farão a coleta dos impostos e com isso você terá acesso a edifícios mais complexos do jogo.

Em prioridades de trabalho você pode selecionar qual a importância de trabalho dos seus aldeões, poderá selecionar onde você acha que eles devem dar mais atenção, onde você acha mais necessário que eles trabalhem naquele momento.

| Imagens

| Considerações Finais

Como dito no início desta análise, o jogo é do estilo City Skylines, então se você gosta de um bom jogo de administração de cidades, onde você tem que pensar em cada detalhe do jogo, onde terá que construir alguns prédios numa posição especifica que irá aumentar ou diminuir a felicidade dos seus cidadãos que moram lá, este jogo é um prato cheio para você. Mas caso não goste muito desse tipo de jogo de estratégia e montagem de cidades, é melhor passar longe, ele pode passar a sensação de ser entediante, mesmo acelerando a velocidade para que o tempo do jogo passe no modo mais rápido.

O jogo em si é de um nicho bem específico, não irá agradar a todos os jogadores (os casuais principalmente), mas se você gosta de planejar e construir cidades este jogo é ideal para você. Aparentemente ele é fácil de se fazer 1000G e pode trazer uma diversão baixa. A jogabilidade é simples e você aprende fácil a jogar, não há segredos e nem muito com o que se preocupar com aqueles tutoriais extensos e cansativos. Eu não precisei de tutorial algum para entender a mecânica do jogo. Se mesmo você não gostando desse tipo de jogo, mas procura algo para se distrair e passar o tempo, este jogo é ideal.

| Avaliação

Visual
Áudio
Jogabilidade
Diversão

| Outros Detalhes

VISUAL3D / ISOMÉTRICO
MODO DE JOGOSINGLE-PLAYER
CONQUISTAS12
TIPOESTRÁTEGIA / SIMULAÇÃO
TEMPO PARA 1000G12-15 HORAS

| Loja

Se achou esse jogo interessante, aqui tem os links para as lojas parceiras e se comprar na FullCards pode parcelar até 12 vezes!

Jogo cedido gentilmente para análise pela Lion Shield e pela BlitWorks.

Não deixe também de conferir todas as promoções que estão rolando na Xbox Live acessando nosso link de ofertas. E se você estiver querendo acessar os jogos do catálogo do Game Pass e sua assinatura estiver acabado não se desespere, você pode renovar seu Xbox Game Pass Ultimate usando esse link com desconto.

Autor

  • DiegodiLeite

    Sou o Diego Leite, conhecido como DiegodiLeite. Nascido e crescido em São Bernardo do Campo, SP, sempre fui apaixonado por vídeo game. Sou formado em Administração de Empresas pela Faculdade São Bernardo (FASB) e em Meio Ambiente pelo SENAI e tenho técnico em T.I.. Comecei a participar mais da comunidade gamer em especialmente da do Xbox depois de conhecer o Marcos Folha e ingressar no GamerManiacos, onde hoje sou adm da comunidade. Sou afiliado da Twitch e tenho canal no YouTube. Nas horas vagas além de jogar vídeo game, divido o tempo com a esposa, com nossos 3 gatos e especialmente com Jeová (Jw.org).