Bom dia a todos e bem vindos para esse flash-review do jogo Paper Cut Mansion, um roguelike, produzido pela Space Lizard Studio e distribuído pela Thunderful Publishing. Confira a Sinopse:

Neste roguelite papercraft, explore uma misteriosa mansão andar por andar. Resolva quebra-cabeças, lute contra inimigos e complete missões enquanto você desbloqueia novas habilidades para ajudá-lo em cada corrida enquanto você resolve o mistério por trás da Paper Cut Mansion.

  • Está sem Game Pass Ultimate? Então clique aqui e garanta já o seu com desconto.

Dito isso, vamos começar?

| O JOGO

Paper Cut Mansion é por definição um roguelite, um jogo de quebra cabeça, combate e exploração com permadeath, mas com a possibilidade de manter um equipamento para as rodadas futuras.

O jogo tem uma arte gráfica bem peculiar e se não única, muito rara, em que tudo é papel ou papelão, com uma goda de estilo Tim Burton e Henry Selick, seja seja na ambientação e desenhos ou na trilha sonora e cutscenes.

Como o tipo de jogo sugere, não é simples chegar no último andar desta aventura, e os níveis superiores (difícil e muito difícil) só desbloqueiam depois de zerar a primeira rodada em modo normal.

| O GAMEPLAY

Roguelike e roguelite são baseados na repetição, criação aleatória do mapa e permadeath, e Paper Cut Mansion não faz exceção, os primeiros 3 andares desta mansão são bastantes simples, se encontram vários quebra cabeças e vários inimigos, mas nada de muito complexo, mas do 4 andar para cima as coisas começam a complicar.

Cada um dos 6 andares é gerado aleatoriamente cada vez que inicia a aventura naquele andar, cada run é única e apresenta diferentes missões, salas, NPCs, secretos e “biomas”.

Os mapas não são muitos grandes, mas para terminar tudo e passar ao andar sucessivo vai precisar de 3 “explorações” em cada, porque tem 3 realidades sobrepostas, a “Neo Cortex”, onde tu procura moedas, objetos interessantes e peças para resolver quebra cabeças; “Limbic System”, uma realidade fria e escura em que tu lida com memórias dos NPCs e missões em que tem que achar coisas, cérebros, sabores, garrafas e mais; e a “Reptilian Complex”, a realidade que tem a ver com os monstros que vão te atacar e perseguir, no momento que entra nessa última, vai automaticamente aparecer uma arma que vai ser a sua salvação. Cada “dimensão” é accessível por um dos portais que vão aparecer no mapa como rasgos no papel.

Explorando o mapa vão aparecer NPCs que vão pedir ajuda, dependendo do tipo de quest vai ter que ir em umas destas 3 realidades e cumprir o que necessário. Como prêmio por cada quest vai poder escolher uma medalha que vai ajudar com resistência a um dos 3 tipos de dano ou ajudar com a sua arma.

Entre os vários NPCs que vai encontrar tem alguns que vão ajudar no lugar de só pedir ajuda, um deles é o pastor que vai conseguir ajudar com um adversário invulnerável, o vendedor de medicamentos, que além dos medicamentos que toma uma vez para se curar, vai poder prescrever vários medicamentos diferentes com várias tipologias de ajuda e o vendedor de cartas, que junto as moedas vão poder ser mantidas entre as varias runs.

O seu loadout é composto por 3 cartas que vai poder escolher antes de entrar na mansão e, caso achar mais cartas na sua aventura, pode usar o enviar para o registro para decidir mais adiante o que fazer com ela.

Paper Cut Mansion não é complexo no final, só precisa criar o loadout que mais se conforma ao teu jeito de jogar e muita paciência para as repetições para colecionar as cartas certas para isso.

Sobre a questão finais da campanha… tem 27… então vai precisar de muitas repetições para completar todas.

| ACESSIBILIDADE, IDIOMAS e DIFICULDADE

O jogo não tem nada em PT-BR infelizmente, a escolha de dificuldade é de normal (já bastante difícil) para “super difícil” e não apresenta nenhum recurso de acessibilidade.

| A CAMPANHA

Você tem um mistério para resolver e cada vez tu explorar um andar vai poder achar umas provas e assim compor o quebra cabeça geral sobre o que aconteceu.

| IMAGENS

| CONCLUSÃO

Um jogo bem legal e divertido, uma arte gráfica única e umas cutscenes dignas de Tim Burton com dinâmicas simples mas bem construídas para passar um bom tempo jogando. Necessário para aproveitar a experiência é a paciência, ao final é um roguelike.

Falando em conquistas, vai precisar de muito grind para completar tudo, entre achar todos os coletáveis tem que chegar nos 27 finais, vai precisar de bastante tempo para o 1000G.

  • Está sem Game Pass Ultimate? Então clique aqui e garanta já o seu com desconto.

| OUTROS DETALHES

INFORMAÇÃODESCRIÇÃO
VisualArcade
Modo de jogoSingle-Player
Conexão necessáriaNão
Número de Conquistas26
TipoRoguelike, Quebra-Cabeça, Exploração

Esta interessado no jogo? Então clique aqui em baixo e compre pela nossa loja, sem custos adicionais, muita ajuda para nós!

Jogo oferecido pela Saber porto, Saber Interactive e Sandbox Strategies. Foi reproduzido no Xbox Serie X


Não deixe também de conferir todas as promoções que estão rolando na Xbox Live acessando nosso link de ofertas. E se você estiver querendo acessar os jogos do catálogo do Game Pass e sua assinatura estiver acabado não se desespere, você pode renovar seu Xbox Game Pass Ultimate usando esse link com desconto.

Autor

  • DigitalDaigor

    Gamer por paixão, programador de profissão, tenta manter de pé o site com sangue e suor, passa a maior parte do dia lidando com codigos e o que resta divide entre família, jogos e postar alguma coisa sem sentido no blog em idioma estranho, sou importado aqui... Joga tudo desde FPS até walking simulator, mas os quebra-cabeças são a sua paixão.