Bom dia a todos e bem vindos para esse flash-review do Gravity Chase, jogo indie de corrida da Repixel8. O jogo foi gentilmente cedido pela desenvolvedora por meio da plataforma PressEngine. Confira a Sinopse:

Bem-vindo ao futurista jogo de corrida arcade antigravidade com um toque especial. A competição de corrida ocorre em pistas de túnel para corridas super-rápidas de 360 graus Zero G. Pilotos de habilidade e precisão são necessários para seguir a linha ideal, juntamente com o uso estratégico de pickups, powerups e armas, a fim de progredir na série de corridas.

Dito isso, vamos começar?

| O jogo

https://www.youtube.com/watch?v=4TvkCD8aKqA

Um mistura de F-Zero e GRIP: Combat Racing que te leva para uma corrida a 360 graus, a gravidade não tem importância, o que importa é não tirar o dedo do acelerador!

Para quem é velho, assim como nós, com certeza deve se lembrar do fantástico F-Zero, jogo de corrida da Nintendo. Quem é mais (mas não muito) jovem do que nós, vai lembrar de GRIP, o jogo de combate de carros. Bem, basta adicionar umas músicas tecno e teremos o Gravity Chase.

| A Campanha

No total o jogo conta com 16 pistas psicodélicas e 3 modalidades de jogo: Arcade, onde não tem armas, só turbo; Combate, onde além do turbo vai ter armas e um escudo recarregáveis e Eliminação, onde o ultimo posicionado é eliminado da corrida.

Para avançar e liberar as novas corridas não basta só ganhar, mas ter uma pontuação adequada. Isso significa grinding e, para muitos, isso cansa fácil.

O jogo conta com 10 carros divididos em 3 classes, com possibilidade de escolher a cor. Com a moeda do jogo podemos upar aceleração, tração ou velocidade. Chegando do nível 8 o seu carro favorito já estará no máximo de seu desempenho.

| Gameplay

Uma palavra, rápido. As corridas nas pistas tubulares (tem umas que são semi-tubo também) são super rápidas. Tentar manter a nave em trajetória às vezes resulta em um fracasso total com o carro que fica mais girando do que andando pra frente. Porém, depois de um pouco de experiência e treinamento… isso vai continuar a acontecer.

Dependendo do tipo de corrida vão aparecer vários power-up na pista: munições, escudo e turbo. Gerenciar melhor as 3 fases (corrida, defesa e ataque) é muitas vezes complexo. As corridas de eliminação ou arcade são bem mais simples, já que ninguém atira em você. Mas cuidado para não bater muito contra os adversários ou as paredes das pistas a semi-tubo, porque seu carro pode explodir se você exagerar.

Tirando as pistas peculiares e bem coloridas, o externo da pista é muito vazio. Talvez isso tenha sido escolhido para deixar o jogo mais fluido, contudo um pouco mais de “vida” teria ajudado bastante, especialmente em algumas pistas que nem árvores possuem.

Uma nota legal é o split-screen, pois os jogos que trazem esse recurso hoje são poucos.

https://www.youtube.com/watch?v=2fMeHraxirk

| Imagens

| Outros detalhes

A Repixel8 é um pequeno estúdio da Inglaterra que criou “Formula Retro Racing”, listado na Top 10 de Forbes como melhor indie do 2020.

 
INFORMAÇÃO DESCRIÇÃO
Visual 3ª pessoa
Modo de jogo Single-player / Split-screen
Conexão necessária Não
Estimativa para 1000G 2-3 horas
Número de Conquistas 23
Tipo Arcade Racing

 


Não deixe também de conferir todas as promoções que estão rolando na Xbox Live acessando nosso link de ofertas. E se você estiver querendo acessar os jogos do catálogo do Game Pass e sua assinatura estiver acabado não se desespere, você pode renovar seu Xbox Game Pass Ultimate usando esse link com desconto.

Autor

  • DigitalDaigor

    Gamer por paixão, programador de profissão, tenta manter de pé o site com sangue e suor, passa a maior parte do dia lidando com codigos e o que resta divide entre família, jogos e postar alguma coisa sem sentido no blog em idioma estranho, sou importado aqui... Joga tudo desde FPS até walking simulator, mas os quebra-cabeças são a sua paixão.