Phil Spencer forneceu sua declaração mais definitiva ainda sobre o futuro de Call of Duty, prometendo que Call of Duty continuará a ser lançado nos consoles da Sony “enquanto houver um PlayStation lá fora para enviar”.

A aquisição planejada de US$ 69 bilhões da Activision Blizzard pela Microsoft está atualmente sob forte escrutínio dos reguladores, especialmente no Reino Unido. Um ponto importante é o futuro do Call of Duty — a Microsoft anteriormente se comprometeu a manter a franquia de tiro em primeira pessoa por “pelo menos mais alguns anos” além do atual acordo da Sony com a Activision, embora isso aparentemente não fosse bom o suficiente para o chefe do PlayStation Jim Ryan, que chamou a oferta de “inadequada em muitos níveis”. Agora, a declaração mais recente de Phil Spencer sugere que a Microsoft manterá Call of Duty no PlayStation permanentemente, da mesma forma que a Microsoft fez com Minecraft.

| Call of Duty deve seguir o modelo de publicação de Minecraft

Falando no podcast Same Brain, Spencer disse: “Não estamos tomando Call of Duty do PlayStation. Essa não é nossa intenção. Nossa intenção não é fazer isso, e enquanto houver um PlayStation lá fora para enviar, nossa intenção é que continuemos a enviar Call of Duty no PlayStation — semelhante ao que fizemos com Minecraft desde que possuímos o jogo.”

“Expandimos os lugares onde as pessoas podem jogar Minecraft, não reduzimos os lugares. E tem sido bom para a comunidade do Minecraft, na minha opinião, e eu quero fazer o mesmo que pensamos onde Call of Duty pode ir ao longo dos anos.”

“Para o próprio Xbox, jogadores que investiram em nosso console, acho que a maior adição que você vai ver são alguns grandes jogos chegando ao Game Pass. Isso não vai ser sobre tirar essas comunidades de outras plataformas, mas eu quero que seja um ótimo lugar para as pessoas verem esses jogos.”

A Reguladora do Reino Unido, a Autoridade de Concorrência e Mercados (CMA), lançou recentemente uma investigação da “Fase 2” sobre o acordo e publicou suas preocupações sobre o mesmo. Em resposta, a Microsoft criticou tanto a Sony quanto a CMA em uma resposta publicada, onde também foi revelado que um acordo existente entre a Sony e a Activision impediu a Activision de colocar títulos da franquia CoD no Xbox Game Pass por vários anos.

Em outros lugares, Spencer disse estar confiante de que o acordo será aprovado pelos reguladores e que a produção da Microsoft de jogos Xbox na primeira parte deste ano foi “um pouco leve”.

  • Está sem Game Pass Ultimate? Então clique aqui e garanta já o seu com desconto.

O que acha da última promessa da Spencer? Deixe-nos saber nos comentários.


Não deixe também de conferir todas as promoções que estão rolando na Xbox Live acessando nosso link de ofertas. E se você estiver querendo acessar os jogos do catálogo do Game Pass e sua assinatura estiver acabado não se desespere, você pode renovar seu Xbox Game Pass Ultimate usando esse link com desconto.

Autor

  • DarthMirous

    Meteorologista e Químico de formação, Gamer de coração. Adora quase todos os tipos e estilos de jogos, também curte rock, séries e filmes. Veio pro lado verde em 2015 e desde então é caixista de carteirinha. Forza e Battlefield são suas franquias favoritas. Ah, e World of Warcraft é o melhor MMO!