O chefe do Xbox, Phil Spencer, discutiu a oposição da Sony ao acordo proposto pela Microsoft com a Activision Blizzard, dizendo que “a Sony está tentando proteger seu domínio no console”.

A discussão em torno da aquisição da Activision Blizzard pela Microsoft continua – mais recentemente com a FTC anunciando sua intenção de bloquear o acordo – e o chefe do Xbox, Phil Spencer, comentou sobre a oposição à aquisição.

“Realmente houve apenas um grande opositor ao acordo e é a Sony. A Sony está tentando proteger seu domínio no console”, disse Spencer em um episódio do podcast Second Request. “A maneira como eles crescem é tornando o Xbox menor. Eles têm uma visão muito diferente da indústria do que nós. Eles não lançam seus jogos no mesmo dia no PC, eles não colocam seus jogos em sua assinatura quando lançam seus jogos.”

Mais tarde, Phil Spencer acrescentou: “A Sony está liderando todo o diálogo sobre por que esse acordo não deve ser aprovado para proteger sua posição dominante no console, a coisa que eles se agarram é Call of Duty”. Spencer reiterou que a equipe do Xbox “disse repetidas vezes, faremos um compromisso de vários anos e 10 anos com o PlayStation”, acrescentando: “Fizemos uma ligação para o CEO da Sony no dia em que o acordo foi anunciado, para dizer que é nossa intenção manter Call of Duty no PlayStation. Na verdade, eles afirmaram publicamente que, na época… O dano para o maior fabricante de consoles parece ser onde os reguladores estão gastando muito tempo, e eles são realmente duas vezes maiores do que nós no mercado de consoles. Então, acho desafiador que a maior fabricante de consoles do mundo esteja levantando uma objeção sobre uma franquia que dissemos que continuaremos a enviar na plataforma. É um acordo que beneficia os clientes por meio de escolha e acesso.”

Outra notícia do Xbox que tem estado no centro das atenções ultimamente é a decisão de aumentar o preço dos principais jogos do Xbox. “O preço é sempre algo de que estamos conscientes e o impacto que tem em nossos clientes”, disse Spencer. “Há o preço dos próprios consoles, o preço dos jogos, o preço da assinatura… dadas as nossas realidades econômicas agora, algo tinha que dar em termos de continuarmos a administrar o negócio com o aumento da base de custos que tínhamos, e a coisa que decidimos anunciar hoje – não aumentamos nenhum preço hoje, só queríamos dar aos consumidores um alerta sobre o que está por vir no próximo ano – é que, para nossos maiores jogos AAA, que o nosso preço de varejo vai de US$ 60 para US$ 70 … não somos de forma alguma os primeiros a avançar nisso, na verdade outras editoras, outras plataformas, já anunciaram isso e fizeram esse movimento. Nós não fizemos, nós tínhamos adiado o máximo que podíamos, e ainda gostamos do fato de que nossa assinatura está no preço em que está, nosso console, com nosso Series S, é o console de geração atual de menor preço no mercado, e gerenciando o negócio, o movimento que decidimos fazer foi sobre o preço de varejo de nossos maiores jogos. “

  • Está sem Game Pass Ultimate? Então clique aqui e garanta já o seu com desconto.

Será interessante ver o que acontece a seguir na decisão da Microsoft de adquirir a Activision Blizzard, e não deixaremos de atualizá-lo aqui com as maiores novidades – enquanto isso, o que você acha dos comentários de Spencer? Deixe-nos saber!


Não deixe também de conferir todas as promoções que estão rolando na Xbox Live acessando nosso link de ofertas. E se você estiver querendo acessar os jogos do catálogo do Game Pass e sua assinatura estiver acabado não se desespere, você pode renovar seu Xbox Game Pass Ultimate usando esse link com desconto.

Autor

  • DarthMirous

    Meteorologista e Químico de formação, Gamer de coração. Adora quase todos os tipos e estilos de jogos, também curte rock, séries e filmes. Veio pro lado verde em 2015 e desde então é caixista de carteirinha. Forza e Battlefield são suas franquias favoritas. Ah, e World of Warcraft é o melhor MMO!

    View all posts