A FTC anunciou sua intenção de bloquear a tentativa da Microsoft de adquirir a Activision Blizzard, afirmando que “a Microsoft já mostrou que pode e vai reter conteúdo de seus rivais de jogos”.

Uma declaração da FTC confirma que a Comissão intervirá na tentativa de impedir a Microsoft de adquirir a Activision Blizzard. “Em uma queixa emitida hoje, a FTC apontou para o histórico da Microsoft de adquirir e usar conteúdo de jogos valioso para suprimir a concorrência de consoles rivais, incluindo a aquisição da ZeniMax, empresa-mãe da Bethesda Softworks (uma desenvolvedora de jogos bem conhecida)”, diz o comunicado. “A Microsoft decidiu fazer vários títulos da Bethesda, incluindo Starfield e Redfall, exclusivos da Microsoft, apesar das garantias que havia dado às autoridades antitruste europeias de que não tinha incentivo para reter jogos de consoles rivais”.

Holly Vedova, diretora do Bureau of Competition da FTC, acrescenta que a Microsoft “já mostrou que pode e vai reter conteúdo de seus rivais de jogos” com esses títulos. “Hoje, procuramos impedir que a Microsoft obtenha controle sobre um estúdio de jogos independente líder e o use para prejudicar a concorrência em vários mercados de jogos dinâmicos e de rápido crescimento”.

| FTC se move para bloquear o acordo da Microsoft com a Activision Blizzard

A decisão foi uma votação de 3 a 1 do painel de quatro pessoas da FTC, apesar de fontes terem sugerido recentemente uma possível votação dividida por 2 a 2, o que poderia ter permitido que o acordo progredisse sem contestação. Embora essa notícia não signifique necessariamente o fim da aquisição, ela certamente a atrairá à medida que o assunto for para o tribunal – uma eventualidade para a qual a Microsoft aparentemente já está se preparando. Também é provável que o prazo original proposto para a conclusão do acordo tenha levado em conta desafios como esse até certo ponto, mas ainda não se sabe por quanto tempo isso poderia atrasar uma possível aprovação do acordo, especialmente se os reguladores da UE e do Reino Unido decidirem seguir o exemplo da FTC com isso.

“A Activision atualmente tem uma estratégia de oferecer seus jogos em muitos dispositivos, independentemente do produtor”, continua a queixa. “Mas isso pode mudar se o acordo for autorizado a prosseguir. Com o controle sobre as franquias de sucesso da Activision, a Microsoft teria os meios e o motivo para prejudicar a concorrência, manipulando os preços da Activision, degradando a qualidade do jogo ou a experiência do jogador da Activision em consoles e serviços de jogos rivais, alterando os termos e o momento do acesso ao conteúdo da Activision ou retendo o conteúdo dos concorrentes completamente, resultando em danos aos consumidores.”

  • Está sem Game Pass Ultimate? Então clique aqui e garanta já o seu com desconto.

O que você acha da decisão da FTC? Deixe-nos saber!


Não deixe também de conferir todas as promoções que estão rolando na Xbox Live acessando nosso link de ofertas. E se você estiver querendo acessar os jogos do catálogo do Game Pass e sua assinatura estiver acabado não se desespere, você pode renovar seu Xbox Game Pass Ultimate usando esse link com desconto.

Autor

  • DarthMirous

    Meteorologista e Químico de formação, Gamer de coração. Adora quase todos os tipos e estilos de jogos, também curte rock, séries e filmes. Veio pro lado verde em 2015 e desde então é caixista de carteirinha. Forza e Battlefield são suas franquias favoritas. Ah, e World of Warcraft é o melhor MMO!